Conhecer a Europa: um sonho realizado

A bresciense Tamara Senter recentemente, realizou um sonho há anos almejado. Viajou para a Europa e conheceu paisagens e lugares que vemos na tv e filmes. Veja o que ela contou sobre esta experiência.
 
“Os sonhos nos motivam a viver, lutar e conquistar, eles são as chaves que abrem muitas portas em nossa vida. E foi por conta de um sonho que resolvi viajar, sozinha, para a Europa, a fim de conhecer novos países e treinar meu inglês. Meus dias foram simplesmente incríveis, optei por fazer um intercâmbio de duas semanas em Dublin, capital da Irlanda, a “Ilha Esmeralda”, nome adquirido por suas extensas áreas verdes, regadas a muita chuva. Sim, na Irlanda chove muito, mas muitas vezes não são por longos períodos. Tive sorte de pegar pouca chuva quando estive por lá e temperaturas em torno de 15°. 
Dublin é linda por sua arquitetura e pelas ruas sempre muito limpas, arborizadas e floridas, seus parques são encantadores, simplesmente impecáveis. Em setembro, na Irlanda, é outono e as paisagens ficam ainda mais belas por conta das folhas que começam a secar e cair. Além da beleza, Dublin tem um povo muito educado e simpático, é um país muito seguro, onde nem se quer a polícia tem porte de armas. 
Escolhi fazer meu intercâmbio pela EF Education First, reconhecida no mundo todo e com escolas em mais de 50 países. Optei ficar em casa de família para ter mais contato com nativos e tive uma colega de quarto italiana, a qual foi minha companheira para ir às aulas, fazer compras e passear.
A escola é ótima e as aulas foram muito produtivas, com professores ativos que nos faziam praticar muita conversação, discutindo assuntos atuais e também incentivando o bate papo e o conhecimento entre colegas, que eram todos europeus.  
Conheci entre outros:
• Saint Stephen’s Green Park, parque com 11 hectares de extensão. Em meio aos jardins, lagos e caminhos rodeados de árvores, é possível encontrar diversas esculturas, algumas retratando figuras históricas. É comum ver pessoas com roupa social almoçando ou apenas conversando no parque durante o meio-dia. Nos finais de semana ele fica completamente lotado, mas sobretudo de turistas;
• Trinity College, universidade mais antiga da Irlanda. O campus ocupa 190 mil metros quadrados e atrai muitos turistas pelos seus interessantes edifícios, antigos e modernos.
• Temple Bar, é uma área situada à margem sul do rio Liffey, no centro de Dublin, que preservou a sua planta medieval, com muitas ruas estreitas e empedradas. É o bairro cultural de Dublin e possui uma vida noturna bem ativa.
Os 14 dias que fiquei em Dublin passaram muito rápido e chegou o grande dia de partir e conhecer então, a icônica Paris. Passei 3 dias na Cidade Luz, conhecendo os principais pontos turísticos, durante o dia e à noite. Paris dispensa maiores apresentações, é uma cidade incrível e impecável, com seus prédios novos e outros que datam mais de 2.000 anos, ainda em perfeito estado. Estar à frente da Torre Eiffel, com seus 324 metros de altura e beleza surreal foi emocionante. É mágico ver de pertinho uma construção tão prestigiada pelo mundo todo. 
Outros pontos turísticos bem conhecidos são;
• Champs-Élysées, uma das mais bonitas avenidas do mundo e atravessa o Arco do Triunfo, um monumento construído em comemoração às vitórias militares do Napoleão Bonaparte. Já a Catedral de Notre Dame ostenta o título oficial de maior monumento religioso de Paris e a Basílica Sacré Coeur surpreende pela sua beleza e por ser um dos melhores pontos a oferecer uma acurada visão panorâmica da cidade, ambas possuem uma vibração muito boa quando em seu interior;
• O Museu do Louvre é um dos maiores e mais famosos museus do mundo e é onde se encontra a famosa Mona Lisa;
• A Torre de Monteparnasse, com 210 metros de altura se destaca em comparação aos outros prédios da cidade. A vista do terraço do 59º andar é muito linda e contempla a maioria dos pontos mais importantes da cidade;
• No Rio Sena, fiz um passeio de barco, onde também pode-se apreciar, de um ângulo diferente, os principais pontos da cidade e vários prédios antigos a sua volta;
• O belíssimo Palácio de Luxemburgo é envolto por árvores e jardins floridos e muito bem cuidados.
Passei horas vislumbrando e conhecendo um dos castelos mais interessantes da França, o Castelo de Chantilly, destruído durante a Revolução Francesa e reconstruído na década de 1870, possui um grande museu e mobília da época muito bem conservada.
Entre os dias que fiquei em Paris fui até Londres passar um único dia e conhecer os principais pontos da cidade da Rainha. Fui até lá de Eurostar, trem que atravessa o canal da Mancha passando pelo Eurotúnel e atinge até 300km/h. 
Comecei o dia acompanhando a troca da guarda no Palácio de Buckingham e passando pela Westminster Abbey, igreja na qual entre outros aconteceu o casamento do Príncipe Willian e Kate Middleton. 
Fiz um passeio em uma das atrações mais legais de Londres, na London Eye, roda gigante ao lado do Rio Tâmisa que possui 135 metros de altura, onde pode-se ter uma visão panorâmica da cidade.
A Tower Bridge é uma ponte-báscula construída sobre o rio Tâmisa, é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade. 
O Big Ben, relógio mais famoso do mundo está instalado na Torre de St. Stephen, de 98 metros de altura, faz parte do conjunto arquitetônico do Parlamento Britânico e está em reformas mas mesmo assim deu pra apreciar toda a sua beleza.
Para terminar o dia conheci a famosa Abbey Road, rua da famosa capa do 12º álbum dos Beatles e a indispensável Plataforma 9 ¾ na Estação de King’s Cross, onde na ficção o bruxinho Harry Potter e seus amigos utilizam esta passagem secreta para pegar o trem para Hogwarts.
Depois desta viagem, depois de tudo que conheci e aprendi, tenho certeza que foi uma das melhores decisões que tomei na minha vida. Viajar além de tudo é se autoconhecer, é dar mais valor a tudo que possuímos, é superar medos, abrir a mente para o novo, para um mundo cheio de diversidades culturais que só nos enriquece e agrega novas experiências à nossa vida.
A emoção de estar num lugar que você sempre sonhou, sempre viu na televisão ou na internet e que sempre pareceu tão distante, é simplesmente realizadora. Como a frase já conhecida nos diz, “Viajar é a única coisa que compramos e que nos deixa mais ricos”
 

Compartilhe

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google BookmarksCompartilhar no TwitterCompartilhar no LinkedIn
Você está aqui: Principal Notícias Geral Conhecer a Europa: um sonho realizado