Horta escolar incentiva educação ambiental

A Escola Estadual de Ensino Médio Nova Bréscia deu início, no fim de agosto, ao Projeto Horta, experiência que dá aos alunos a chance de participar de todos os processos, no qual cuidar de uma horta consiste. A ideia surgiu em 2014, através do grupo COM-VIDA (Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida), que inscreveu um projeto de horta sustentável para ser analisado na 4ª Conferência Nacional Infanto-Juvenil de Meio Ambiente. Depois da conferência o projeto foi aprovado pelo Governo Federal, que disponibilizou, no final de 2016, um recurso de R$ 10 mil reais para executar a proposta.
O projeto visa uma horta cercada, com um canteiro para cada turma, mudas de plantas, composteira, uma caixa d’água para coleta de água da chuva e materiais para facilitar o trabalho na horta, como ferramentas para jardinagem, pás, enxadas, ancinhos. Graças ao auxílio recebido do governo federal, a escola fez a aquisição de lixeiras orgânicas para todas as salas. Assim os alunos podem ir separando o lixo orgânico dos demais ao trabalhar. Um adendo importante é que a água a ser usada na horta será retirada das calhas do ginásio, que após um dia de chuva são encaminhadas para a caixa d’água que as redireciona para a horta.
O objetivo geral do projeto é o cuidado com a produção de alimentos, a conscientização para uma plantação mais sustentável, a reutilização da água da chuva e de dejetos orgânicos. Como resultado pode-se ressaltar a incrementação da merenda escolar e a criação de um hábito de alimentação saudável. Atualmente os alunos estão esperando que chova para que cada turma possa plantar seu canteiro. O adubo orgânico utilizado está muito seco para que se consiga plantar algo com eficiência.
O canteiro grande é reservado a hortaliças, enquanto que o pequeno tem seu foco em temperos e chás. Os alunos do 4º e 5º ano já demonstraram suas habilidades cultivando chás e temperos e os demais alunos, ajudaram a colocar adubo nos outros canteiros. De acordo com a professora Aline Köelzer, uma das responsáveis pelo projeto, os alunos abraçaram a proposta e estão muito ansiosos para participar.
 

Cavalgada Região dos Vales

A 18ª edição da cavalgada ocorreu de seis a 10 de setembro e foi encerrada no município de Dois Lajeados. A cada ano, a cavalgada homenageia um tradicionalista da região que contribuiu com a preservação da tradição gaúcha. Neste ano o homenageado foi Aristides Devitte, morador de Dois Lajeados que é mais conhecido por Bigode.
A cavalgada teve início no dia seis de setembro, em Travesseiro. De lá, os cavalarianos partiram para Marques de Souza, onde passaram a noite. Na manhã do dia sete, seguiram para Nova Bréscia, onde os cavaleiros desfilaram às 11h e à tarde receberam um almoço que foi custeado com o auxílio da prefeitura. À tarde, dirigiram-se para Capitão, para o jantar e pernoite. No dia seguinte, se encaminharam até Roca Sales. Lá almoçaram e seguiram para Muçum. Na manhã seguinte, rumaram para Vespasiano Corrêa, onde almoçaram. De lá seguiram até São Valentim, onde jantaram e pernoitaram. Na manhã seguinte, dia 10, avançaram até Dois Lajeados onde ocorreu o encerramento da 18ª edição da cavalgada. 
O grupo de cavaleiros de Nova Bréscia participou da Cavalgada deste ano, representando o CTG Paixão Cortes, contando com 30 integrantes. O grupo era formado por homens, mulheres e crianças, que acompanharam os pais na jornada. Estima-se que a cavalgada tenha contabilizado 115 cavalos e cerca de 210 integrantes, com a equipe de apoio.
 
 

Desfile cívico no dia da Pátria

Os brescienses comemoraram a Proclamação da Independência do Brasil com a tradicional marcha pela Av. Bento Gonçalves. Desde o início da manhã, estudantes, seus familiares e comunidade em geral, começaram a preparar-se para o Desfile de Sete de Setembro.
Este ano, a marcha contou com a participação dos estudantes das três escolas do município. A EMEI Criança Feliz, a EMEF Madre Assunta e a Escola Estadual Nova Bréscia. Dezenas de estudantes e professores marcharam ao som da Banda Marcial Municipal, que foi reativada para o desfile deste ano.
Antes da marcha, os presentes reuniram-se em frente ao Centro Administrativo para o hasteamento das bandeiras e a abertura oficial do evento, feita pela Secretária de Educação Silvane Giareta Giongo, pasta responsável pela organização do desfile.
Em seguida, os estudantes concentraram-se na Av. Bento Gonçalves, percorrendo um trecho em frente o Centro Administrativo e a Praça da Matriz, concentrando-se novamente em frente ao prédio da prefeitura para o enceramento. A Banda Marcial, formada por uma mescla de ex-alunos da Escola Nova Bréscia que integraram a banda quando eram estudantes, e por alunos atuais, deu o ritmo à marcha, abrilhantando a homenagem dos brescienses à Pátria.
O vice-prefeito Adilar Lorenzon fez uso da palavra e prestou homenagem a todos os participantes do evento, bem como a todos os trabalhadores que não puderam participar do evento por estarem trabalhando. Em seu pronunciamento, o Prefeito Marcos Antonio Martini salientou que o país é feito com as atitudes individuais de cada um. Agradeceu a presença de todos, especialmente dos estudantes que protagonizaram a marcha em homenagem ao Brasil.
O evento foi encerrado pela chegada da 18ª Cavalgada Região dos Vales, recepcionada por autoridades e população que participava do Desfile Cívico. A cavalgada trouxe a Chama Crioula para o município, recebida pelo Prefeito Marcos e pelo coordenador local da Cavalgada, Neodir Borghetti. Em seguida, os cavaleiros e comitiva de apoio partiu para o Campo de Bochas Giovanaz, onde almoçaram e descansaram para continuarem o percurso do dia, rumo à cidade de Capitão.
 

Hospital São João Batista deve receber verba federal

O hospital São João Batista de Nova Bréscia vai receber uma emenda parlamentar do Deputado Federal Elvino Bohn Gass/PT, no valor de R$ 100 mil. Para marcar a confirmação da emenda, o deputado esteve no município no dia 21 de agosto, quando conheceu as dependências da entidade.
O deputado afirmou que tinha o interesse de apoiar os pequenos municípios, preferencialmente, direcionando recursos que pudessem ser aproveitados por mais de um município. O hospital de Nova Bréscia enquadrou-se perfeitamente neste objetivo, pois atende, além dos brescienses, pacientes dos municípios de Capitão, Coqueiro Baixo e Relvado.
A administradora do hospital, Ivania Maria Dalmoro, disse que a verba será aproveitada na melhoria do atendimento no hospital, com a aquisição de equipamentos e utensílios necessários. Ela também lembrou que a entidade precisa de recursos para realizar obras estruturais, as quais não podem ser feitas com verbas como a destinada pelo deputado Bohn Gass, que tem seu destino limitado à aquisição de materiais e equipamentos. O deputado salientou que verbas para a realização de obras são de no mínimo R$ 250 mil. Por serem mais elevadas, são mais difíceis de serem liberadas.
Acompanharam o deputado os representantes do PT no município, Nédio João Giovanella e Norberto Magagnin. Também participaram da recepção, o vice-prefeito Adilar Lorenzon e o Presidente do Hospital, Marcos Giovanaz.
Você está aqui: Principal Notícias Destaques