Festa integra e diverte Terceira Idade

A Festa da Terceira Idade de Coqueiro Baixo, realizada no dia 16 de outubro, reuniu mais de 500 idosos no Salão Comunitário São José. A convite da Administração Municipal, os idosos participaram de um dia inteiro dedicado à melhor idade.
O dia começou com a celebração de Santa Missa rezada pelos párocos de Nova Bréscia, José Grilli, de Travesseiro, Rafael Toillier, e de Relvado, Valdir Biasibetti. Após a missa foi servido um saboroso churrasco gratuito a todos os idosos. Não faltou refrigerante e sobremesa, também oferecidos pelos organizadores.
Em seguida, a equipe da Secretaria da Assistência Social, organizadora do evento, sorteou diversos brindes aos participantes. Antes de iniciar o baile, a primeira-dama Elisa Caumo e sua equipe entregaram um presente para cada um dos idosos presentes, comemorando com eles a alegria de sua presença.
Para terminar o evento, muita música para dançar e se divertir.
 
Equipe do Cras, organizadores do evento
 
Voluntárias do Cras ajudaram na organização da festa
 
Família Caumo veio do Rio de Janeiro para prestigiar o evento (foto à direita)
 
Na foto acima, os três padres que celebraram a Santa Missa, com a esposa do vice-prefeito, Ivani, a primeira-dama Elisa e o Prefeito Verissimo
 
 

Diversão garantida

Quando o grupo de PCD se reúne é diversão garantida! Principalmente quando a atividade é excursão.
No dia 09 de outubro o grupo foi conhecer o novo espaço localizado em Linha Estefânia, Nova Brescia – Paraíso das Pedras. Lá puderam desfrutar da natureza, visualizando as belas paisagens e conhecendo lugares nas trilhas existentes.
À tarde o grupo realizou algumas atividades com bola e após se deliciou com o maravilhoso café colonial. Outra novidade foi a presença de dois novos integrantes, vindos de um município vizinho, e que agora estão morando aqui. Percebeu-se que a turma recebeu com generosidade e alegria os novos membros, sendo que os mesmos se sentiram  a vontade, adorando o passeio e os novos colegas. 
 

Evento marca Outubro Rosa

Um mar de rosas invadiu o Clube são José no dia oito de outubro. Neste dia, cerca de 150 mulheres, a grande maioria vestindo roupa cor de rosa, participou da programação do Outubro Rosa em Coqueiro Baixo, dedicado à saúde da mulher na prevenção do câncer de mama. 
O evento contou com gincana cultural abordando questões referentes a saúde da mulher. As participantes foram divididas em cinco equipes e tiveram que responder a 30 perguntas como “Em que país teve início o Outubro Rosa?” – resposta: nos Estados Unidos. No Brasil iniciou pelo estado de São Paulo. 
Durante a gincana, as participantes souberam que Porto Alegre é a capital brasileira com mais números de mulheres com câncer de mama e o Rio de Janeiro o estado com maior número de caso de câncer de mama do país. A idade que o câncer de mama aparece nas mulheres mais frequente é entre os 45 a 55 anos de idade e é o câncer que mais mata mulheres, seguido do câncer do colo do útero e de intestino. Foi reforçado que a mulher deve fazer seu autoexame ainda na puberdade e sempre que perceber algo estranho procurar logo o médico.  
A equipe vencedora foi a da cor vermelha e cada integrante recebeu um prêmio. Todas as mulheres presentes receberam uma lembrança confeccionada pelo Grupo Equilíbrio da Secretaria da Saúde. Após a gincana teve dança das cadeiras, dança de recreação e um coquetel de confraternização.
As médicas Debora Bolsi Vasconcelos e Fernanda Giovanaz  falaram sobre o câncer de mama e a importância da prevenção. Dentre as participantes, quatro mulheres que já superaram a doença: Neusa Grilli, 49 anos; Sirlei Caumo, 55 anos; Teresinha Locatelli, 65 anos; e Nilva Biondo, 53 anos.  Neusa, há cinco anos, e Teresinha, há três anos, tiveram que fazer quimioterapia e disseram que o pior momento do tratamento foi a perda dos cabelos. 
- Tu não imaginas o que é ir dormir e acordar com o travesseiro cheio de cabelos e dai alguns dias sem mais nem um fio na cabeça – relembrou Nilva. Ela disse que pensou que isso nunca iria acontecer com ela. Quando recebeu a notícia que estava com câncer, foi uma surpresa.
- Graças a Deus dei a volta por cima – comemora.
Mas as quatro vitoriosas, como são chamadas pela Doutora Débora, disseram que o melhor tratamento vem de você, tem que ser forte e ter muita força de vontade e em nenhum momento pensar em desistir do tratamento e ter muito apoio na família, principalmente do marido e muito menos pensar na morte. Quando a doença é descoberta no início, o índice de cura chega a 100%. Hoje todas estão bem e curadas, mas de seis em seis meses fazem uma nova consulta para revisão.
Embora todas fizeram muitas viagens de Coqueiro Baixo a Lajeado e Porto Alegre, muitos dias cansativos, deixam um recado pra quem for acometida pela doença: “desistir nunca, somos mais fortes que a doença. Hoje percebemos que a vida vale a pena e não devemos reclamar por pequenas coisas, mas sim valorizar a vida”.
Todas elas foram encaminhadas para o tratamento através da Secretaria Municipal da saúde e SUS. Agradecem a todos os funcionários da Secretaria Municipal da Saúde, por quem sempre foram muito bem atendidas e acompanhadas, principalmente os motoristas que são muito queridos e atenciosos.
 

Investimentos alavancam economia

O produtor de frangos de linha Garibaldi, Mauricio Becker, foi o primeiro produtor do município de a construir um aviário modelo Darke House. O aviário tem 150 metros de comprimento e 16 de largura. A obra durou em torno de um ano e custou R$ 600.000,00. Desse valor, o produtor destaca o auxílio da Administração Municipal através da Lei de incentivos, oferecendo toda a terraplanagem e o telhado, somando o valor de R$ 100.000,00. 
Este modelo de aviário aloja 45 mil  frangos e em 28 dias são carregados. O aviário está no terceiro lote e Maurício diz estar muito satisfeito com o resultado, superando as expectativas. A meta da empresa é fazer oito lotes no ano, com intervalo de 15 dias cada. Maurício tem ainda um aviário do modelo antigo, construído em 2005. Ele afirma que, se comparar os dois, “não tem mais graça ir no aviário antigo, pois o novo é muito fácil de cuidar”.
Seu filho Renato, de 21 anos, é o mais velho dos três irmãos e é responsável pelo aviário novo que é controlado por um painel eletrônico. Renato concluiu o Ensino Médio mas não quis cursar uma faculdade. Diz que gosta de trabalhar na roça, por isso a construção desse novo aviário. No entanto, chegou a pensar em desistir do projeto, mas o apoio do Prefeito Municipal, Vice-Prefeito, Secretário de Obras e Secretário da Agricultura lhe deram coragem e levou a obra adiante. Hoje, afirma que não se arrepende e está muito satisfeito.
Maurício lembra que, quando construiu seu aviário mais antigo, o amigo Pedro Emmer de Linha Coqueiro Alto o incentivou. Hoje Pedro já foi conhecer o novo aviário e está pensando em construir também. 
A família de Jorge Cristofoli, de Coqueiro Alto também está dando início a um aviário Darke House. O Prefeito Verissimo Caumo e o Vice-Prefeito Reginaldo Zambiasi parabenizam os produtores de aves, suínos e leite pela iniciativa de investir no setor, pois vem ao encontro da autossustentabilidade do município.
- Os produtores são responsáveis para que Coqueiro Baixo venha produzir mais, não podemos fazer com que o Município atenda a todas as necessidades da população com o retorno do FPM da esfera federal. Devemos sim continuar como muitos estão fazendo construíndo novas instalações, como os aviários Darke, pocilgas e gado de leite. Com certeza agindo dessa forma teremos um retorno significativo e continuaremos a nos destacar na produção primária – afirma o Prefeito Veríssimo Caumo.
 

Produtores são homenageados

Três famílias de produtores de frango receberam uma homenagem da Empresa BRF pelo destaque na produção de frangos. Foram escolhidos por atingirem o preço acima da média por cabeça que é de R$ 0,30 centavos. A homenagem aconteceu no dia 24 de setembro na Associação Comercial de Encantado e contou com palestra para os produtores e confraternização. 
Roberto Carlos Camini 39 anos, a esposa Juliana, 28, e o filho Fabrício, 13 anos, que também ajuda os pais lavando os bebedouros, moradores de Linha Coqueiro Alto, trabalham com aviário há 19 anos. Eles possuem um aviário de 960 m² e alojam 11.500 frangos. Esta é a segunda vez que a família é destaque no ano e já ganhou uma televisão. Agora, mais esta homenagem com um troféu. Juliana diz que isso é muito gratificante pois é o resultado do trabalho e do esforço da família.
Jorge Avila Ximenes, 57 anos, a esposa Sonia, 56, e a filha Vitória, 13 anos, moram na localidade de Linha Arroio Bonito e trabalham com aviário há 11 anos. Possuem um aviário de 1.400 m² que aloja 22.500 frangos. Eles contam que a homenagem é fundamental, vale mais do que qualquer incentivo e dá mais vontade de trabalhar. Jorge destaca que tudo o que a empresa exige de reformas e melhorias ele faz, por isso o resultado. Esta é a terceira vez que é produtor destaque.
Antenor Zanatta, 41 anos, e a esposa Cláudia, 30 anos, moram na localidade de Linha Garibaldi e trabalham com aviários há oito anos. Possuem dois aviários que, somados, atingem 2.160 m², alojando 32.400 frangos. Esta é a segunda vez que são destaque. Antenor diz que ser um produtor destaque é maravilhoso, pois é o resultado do trabalho, da dedicação. 
- Muitas vezes deixamos de ir às festas ou passear para cuidar bem dos frangos. Não tem sábado nem domingo, nem o frio nem o calor,  são todos os dias iguais. Temos que estar sempre atentos para ver se os equipamentos estão funcionando – conta Antenor.
 
Jorge, Vitória e Sônia Ximenes
 
Antenor Zanatta
 
Fabrício e Juliana Camini
 
Você está aqui: Principal Folha Coqueirense