Coqueiro de diferentes histórias

Coqueirense desde sempre
 
Para Alex Luiz Damásio, Coqueiro Baixo sempre foi assim, como é hoje. Ele não sabe muito sobre como era antes da emancipação, o quanto o município mudou nestes 20 anos. Ele já nasceu coqueirense. Assim como Coqueiro Baixo, Alex tem 20 anos de idade, e já nasceu num município emancipado, autônomo. Alex e Coqueiro Baixo foram crescendo nestes 20 anos e as mudanças foram acontecendo naturalmente.
Operário da Prefeitura Municipal há dois anos, Alex diz que gosta de morar em Coqueiro Baixo. Gosta do seu trabalho, de sair com os amigos, apesar “da parceria estar diminuindo porque a maioria está namorando”, diz Alex.

Leia mais...

20 anos depois, muito a festejar

No dia 16 de abril, Coqueiro Baixo completou 20 anos de emancipação política. A data foi festejada com uma extensa programação, que envolveu a população coqueirense toda a semana.
O encerramento aconteceu no sábado, dia 16, com bênção da frota de carros da Administração Municipal e de carros de pessoas da comunidade, seguida de missa em ação de graças, rezada no Salão Comunitário São José.
Ao meio-dia, centenas de pessoas participaram do almoço de confraternização, festejando juntas o aniversário de seu município.
A Administração Municipal agradece a toda comunidade, ao Coral Municipal Bella Coqueiro, aos padres, as equipes da gincana e em especial aos funcionários públicos pela dedicação e empenho em servir ao povo coqueirense e visitantes.
 

Projeto Conviver realiza encontros

Durante os meses de agosto e setembro o serviço de convivência e fortalecimento de vínculos para idosos do CRAS de Coqueiro Baixo, realizou os seus encontros. No dia 27 de agosto, em Linha Pedras Arroio da Laje, a psicóloga abordou o tema “Doença de Alzheimer” falando sobre o que é esta doença, como se manifesta, características, fatores de risco e passou algumas orientações sobre como a família pode lidar melhor com uma pessoa com esta doença.
No dia 08 de setembro, o encontro foi realizado na comunidade de Linha Pedras Brancas, contando com a participação da Assistente Social, a qual abordou o tema “A importância dos vínculos familiares e sociais no processo de envelhecimento com qualidade de vida.” E no dia 15 de setembro, na comunidade de Linha Alegre, os idosos contaram com a participação da educadora física, onde a mesma falou sobre “Queda na terceira idade e os cuidados”. 
 

Projeto Oficina Terapêutica – Grupo Equilíbrio completa 3 anos de histórias

Alguns anos se passaram desde o primeiro encontro do grupo de saúde mental no município de Coqueiro Baixo. Tinha tudo para dar errado: dificuldades como transporte, vinculação com o grupo, certo preconceito, poucas pessoas que acreditavam, apostavam e apoiavam esta iniciativa que era quase que de “um soldado só”.
Hoje, olhando para trás, já se passaram três anos do primeiro encontro, quase quatro anos de um projeto que foi gestado durante longos meses e de um desejo que vem já de uns 7, 8 anos. Mas hoje estamos aqui, com um grupo fortemente vinculado e comprometido, com um grupo que busca mais... mais oportunidades de encontro, de risadas, de passar momentos juntos, de dias especiais. Tanta coisa se passou: viagens, passeios, aprendizados, crescimento... tudo é exemplo e formas de superação.
Que esta mudança no cuidado em saúde mental proporcionada para nossos usuários do município de Coqueiro Baixo possa produzir um olhar que foca na vida, que traz alegria, que proporciona trocas, experiências, que é força que movimenta, que agrega, que impulsiona para mais e mais anos, pois nossa maior alegria é poder escutar que tudo valeu e vale a pena a cada dia, isso é satisfação e motivação para continuarmos na luta, construindo histórias, modificando a vida.
Agradecemos aos integrantes do Grupo Equilíbrio por cada momento desses 3 anos de parceria e a todos que de qualquer forma nos incentivaram.
Com carinho, Andressa D. Tiecher (coordenadora) e Inessa Schena (oficineira).

Inclusão e acessibilidade: uma nova realidade

No dia 25 de agosto, os Vereadores Luciano André Ongaratto, Roberto Carlos Bertol e a Secretária da Câmara Rosmeri Campiol Denicol, participaram do SEMINÁRIO INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE: UMA NOVA REALIDADE, organizado pelo Tribunal de Contas do RS. Acessibilidade é um atributo essencial do ambiente que garante a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Deve estar presente nos espaços, no meio físico, no transporte, inclusive nos sistemas e tecnologias da informação e comunicação, bem como em outros serviços e instalações abertos ao público ou de uso público, tanto na cidade como no campo. É um tema ainda pouco difundido, apesar de sua inegável relevância. Considerando que ela gera resultados sociais positivos e contribui para o desenvolvimento inclusivo e sustentável, sua implementação é fundamental, dependendo, porém, de mudanças culturais e atitudinais.
Assim, as decisões governamentais e as políticas púbicas e programas são indispensáveis para impulsionar uma nova forma de pensar, de agir, de construir, de comunicar e de utilizar recursos públicos para garantir a realização dos direitos e da cidadania. A fim de possibilitar à pessoa com deficiência viver de forma independente e participar plenamente de todos os aspectos da vida pela implementação de medidas apropriadas para assegurar o acesso, em igualdade de oportunidades com as demais pessoas. 
Você está aqui: Principal Folha Coqueirense