Palavra da Editora

Deise Delazeri (Editora)

JNB 253 - 9 de Novembro de 2012

 

Secretariado 1
Comenta-se pela cidade que haverá uma reforma geral nas Secretarias da Administração Municipal de Nova Bréscia. O único secretário atual que poderia permanecer no governo seia Helena Daroit. Só não se sabe se continua na Secretaria da Saúde ou se passará para a Secretaria da Administração, auxiliando diretamente o prefeito eleito, Gilnei Agostini.
 
Secretariado 2
Outro comentário que se ouve é de que vereadores eleitos poderiam assumir a uma secretaria ou a outro cargo no Governo Municipal, deixando vaga para os suplentes do Partido Progressista. Não acredito que os vereadores eleitos farão isso. É, sem sombra de dúvida, um ponto contra em sua vida política, afinal de contas, o eleitor votou e espera que seu candidato, após eleito, efetivamente cumpra seu compromisso de representá-lo na Câmara de Vereadores.

JNB 252 - 26 de outurbo de 2012

 

Pouco dinheiro
Os Prefeitos estão tendo que se desdobrar para fechar seu mandato sem dívidas. A redução do IPI, que deveria ter ido até a metade do ano, foi prorrogada pelo Governo Federal. Com isso, uma grande quantidade de recursos deixará de vir para os municípios. Assim, as Administrações precisaram se reorganizar e cortar despesas.
Será este cenário, de verbas reduzidas, que os prefeitos eleitos vão se deparar em janeiro de 2012.
 
Economizar
Pensando nisso, o prefeito eleito de Nova Bréscia, Gilnei Agostini, já anunciou que 2013 será um ano de poucas obras e muita economia. Preparem-se.
 
Lojistas indignados
Causou indignação aos lojistas de Nova Bréscia a presença de uma carreta comercializando calçados direto de fábrica. Soube-se que a carreta, vinda de Encantado, tem alvará da Prefeitura para comercializar seus calçados. Segundo os lojistas, a concorrência é desleal e, além disso, leva uma grande quantidade de dinheiro para fora do município, não revertendo em nenhum benefício para Nova Bréscia.

JNB 251 11 de outubro de 2012

 

Surpresa!?
Muitos receberam com grande surpresa o resultado das eleições majoritárias de Nova Bréscia. A pequena diferença, de apenas 37 votos, assustou os vencedores, que esperavam uma vantagem mais elástica; comoveu os perdedores, que viram a vitória escapar por tão pouco; alertou o atual governo, pois demonstrou que nem tudo está como pensavam; animou a oposição que viu ter chance de tomar o governo municipal; reacendeu as esperanças; e, por último, comprovou a soberania do Partido 

Leia mais...

Você está aqui: Principal Colunas Palavra da Editora