Recordar é viver, porém, o passado não volta

 

 A Escola Normal Rural Sagrado Coração de Jesus, de Nova Bréscia, tem uma longa trajetória de glórias conquistadas, através da formação de centenas e centenas de professores espalhados por muitos recantos deste imenso Brasil, levando com muito carinho e importante papel da educação, fator primordial para o desenvolvimento.
A escola acima citada, começou a funcionar em 1956 e em 1959, formou-se a primeira turma de professores. Eu tive também o privilégio de estudar nesta escola, iniciando em 1959 e no dia 09 de dezembro de 2012, estaremos completando as bodas de ouro, pois nos formamos em 1962. Haverá dia 08 de dezembro aqui em Nova Bréscia um reencontro com todos os colegas que puderem participar, pois alguns já partiram.
Vejam a relação dos alunos: Dorací Ana Mezacasa, Ivone Doertzbacher, Marlena Vanzin, Rosa Guterres de Carvalho, Gerta Sattler, Nelma Guedim, Clélia Locatelli, Oldem Elói Rossi, Elza Marta Azeredo, Elena Nicolodi, Ida Ana Daroit, Isolina Taschetto Biasi, Neusa Oliva Delazeri, Ulides Sbardelotto, Elsa Pavoni, Iracema Angelina Dall’Ógllio, Adélia Cecília Stefens, Elsa Scheffer Hertzog, Maria Elide Becker, Marilene Merlim, Irides Ana Dadalt, Verissimo Caumo, Edacir Terezinha Poletto, Ilse Maria Tiecher, Maria Inez dos Santos, Olga Souza Matos, Plínio Henz, Décio José Radaelli, Terezinha Castro Bertol, Jesuína Josefina Giongo, Ilo Bagatini, Maria Helena Hertzog, Wellington José Daroit, Erlita Cecília da Costa, Arlindo Pruvinelli, Lélia Terezinha Dornelles, Clari Zenaide Klafke, Leci Gomes da Luz, Marlene Orlandini, Oscar Caumo, Antonieta Faúri Possebon, Bernardina J.K. da Silva, Inelda Maria Kroth, Adelina Brunetto, Ângelo Mezacasa.
Mais detalhes, orador da turma, Wellington José Daroit; Juramento: Juramos neste solene dia de nossa formatura, diante de Deus e da Pátria, desempenhar com lealdade e justiça, a nobre missão de educar, para elevar a dignidade dos homens e a grandeza da nação; Lema: Cremos na beleza do ensino e na dignidade do trabalho; Paraninfo: Professor Derly Beleda; Homenagem especial: Irmã Maria Natália, Diretora; Padre José Finotto e Irmã Marida das Dores; Homenagens de gratidão: Para as professoras, Irmã Maria Lígia, Irmã Maria Anésia, Irmã Maria Noemir, Dr. Tuffi Haider, Senádio Bagatini e Irmã Maria Odete.
Homenagem de apreço: Irmã Maria Cacilda Ferlin, Prof. Arli Silveira Borba, Prof. Dr. Carlos Prateorius, Prof. Orlando Gasparotto, Irmão Maria Efigênia, Irmã Maria Adalberta, Irmã Maria Vitorina e Irmã Maria Orlanda.
Como é bom relembrar os fatos que marcaram a nossa vida e se vamos analisar, quantos destes professores que nos deram a oportunidade de crescer na vida ainda vivem, muito poucos, pois também quatro dos nossos colegas já partiram.
A vida continua para muitos, mas sabemos que esta nossa caminhada chegará um dia ao seu fim, mas o mais importante é que cada um de nós tenha cumprido com dignidade e responsabilidade e papel que nos foi confiado.
Felicidades a todos, desejando um feliz encontro. Quero fazer um agradecimento especial aos meus colegas, pois no período de 15 de maio de 1962 a 15 de março de 1963, estive prestando serviço militar em Bagé, somente vim prestar exames no meio e no fim do ano e eles me enviavam os conteúdos para estudar e consegui ser aprovado e no dia 1º de abril de 1963, assumi em Linha caçador, município de Nova Bréscia.

Compartilhe

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google BookmarksCompartilhar no TwitterCompartilhar no LinkedIn
Você está aqui: Principal Colunas Coluna do Colombim Recordar é viver, porém, o passado não volta